22 de dezembro de 2010

IMUNE.





" A IMUNE é mais do que um registro de nascimento, é um novo estilo de vida."É esse o lema que o grupo da IMUNE quer levar, por meio de sua inspiração e dedicação em seu trabalho, para o resto do Brasil e para outros lugares do mundo. A marca, que começou sua história com poucos recursos em sua sede provisória localizada em São Bernardo do Campo - berço de novos talentos no Patins inline agressive no começo do ano 2010 -, hoje conta com 6 membros em sua equipe e mais de 10 atletas iniciantes marcados em seu programa de relacionamento com o grupo IMUNE.
Em pouco tempo a idéia que o grupo teve de construir algo que fosse beneficiar outras pessoas, fez com que isso motivasse o trabalho de todos e foi ai que surgiu idéias e mais reuniões foram feitas durante um longo tempo. Acreditar que isso poderia ser um dilema era ilusão, pois houve muitas críticas e apoios de terceiros.
A história dos fundadores da marca com o esporte começou por acaso. Emerson "Chorão" Organizador e conselheiro fiscal e Fabrício "FM" Presidente do grupo. O desejo de Chorão de se envolver com esporte fez com que eles fizessem reuniões na casa do FM em são Bernardo do Campo. Com poucas idéias e alguns gastos o grupo teve prejuízo e essa tentativa frustrada fez com que o Chorão desacreditasse no trabalho com pouco investimento na marca. Por isso, hoje, tudo arrecadado vai para uma avaliação de custos para futuros gastos e necessidades eventuais. Mesmo sem investidores no momento, a IMUNE conseguiu alguns recursos dos próprios membros,conseguindo criar alguns produtos.
Para construir uma força, a marca não vai investir em campanhas para o grande o público, nem em campeonatos externos visados no ano de outras organizações e marcas, mas sim em seus programas de relacionamento com seus próprios eventos.
"Trabalhar com a construção de uma marca é uma grande escola na vida é uma oportunidade,para novos incentivos e visando o nascimento de novos talentos no inline" disse Chorão, o conselheiro fiscal da IMUNE. A segunda  parte do projeto deverá incluir um espaço próprio para "IMUNE" fazendo com que a marca tenha seus métodos para eventuais eventos etc.
"Em meados da década, por volta de 2011 ou 2014 eu vejo um aumento na criação de marcas para o nosso esporte," disse Chorão. "Assim, no curto prazo, os fundos da IMUNE está lá para nos ajudar a atravessar este ano e o próximo, e depois em outras partes do desenvolvimento de nosso trabalho começará a pegar."






1 comentários:

FernandoRabelo disse...

Pô, camaradas, o trabalho de vocês há de prosperar. Parabéns e boa sorte!

Postar um comentário